5 dúvidas sobre cortina: II

01

Olá, como vocês estão?! Bom, o sucesso do último post foi tanto que resolvemos tirar mais cinco dúvidas da cabecinha linda de vocês! Pra quem não viu, a parte I está disponível aqui. Boa leitura e paz no coração! 😛

1. Em ambientes com várias janelas, as cortinas devem ser todas iguais?

Recomenda-se padronizar. Se uma delas fica acima de um móvel, por exemplo, pode-se cobri-la com um  mais curto, e usar cortinas longas nas demais. O resultado será mais harmônico se todas forem do mesmo tecido”, ensina Paulo. Outra sugestão vem de René: “É viável valorizar uma porta-balcão com a cortina e instalar telas solares nas janelas, com bom gosto e originalidade”.

2. O que usar em banheiros e cozinhas?

Melhor investir em persianas, de preferência metálicas, ou telas solares. Ambas são mais fáceis de limpar, detalhe fundamental em espaços expostos a gordura e umidade. Se a esquadria ficar fora do boxe ou longe do fogão, vale instalar uma cortina romana, mas de tecido sintético, que possa ser lavado frequentemente.

3. Quais as opções mais indicadas para pessoas alérgicas a poeira?

Independente do tecido escolhido, cortinas tendem a acumular pó. Por isso, especialistas indicam persianas de madeira ou alumínio para moradas de alérgicos. Isso porque sua superfície não é porosa, o que torna simples a manutenção. Mas se você sofre com o problema, porém não abre mão de cortinas, pode confeccionar modelos de voal ou de outros tecidos 100% poliéster, que permitem lavagens constantes sem estragar.

 

4. Quais as pregas e os tecidos mais utilizados?

Além da wave, segue firme a prega americana – tanto na versão tradicional, com o franzido embaixo, quanto na invertida, com a costura no alto. “A prega macho também não sai de moda”, garante a designer de interiores Isabel Morellato, proprietária da La Belle Bergère, empresa do segmento. Na matéria-prima, destacam-se as tramas sintéticas, de linho ou gaze de linho com poliéster: a aparência imita a da fibra 100% natural, mas sem os inconvenientes de encolher e amassar.

 

Resultado de imagem para cortina wave
Exemplo de modelo wave.
Resultado de imagem para cortina prega americana franzido embaixo
Exemplo de prega americana.

5. Que opções são mais eficazes para barrar o excesso de sol?

Se o espaço sofre com claridade demasiada, a pedida é investir num forro – além de filtrar a luz, o recurso protegerá a trama. Caso queira escurecer completamente a área, compre um modelo blecaute, já sabendo que ele tem um ponto fraco: o visual plastificado. Há cerca de cinco anos, surgiram os chamados blecaute 70%, de aparência mais natural. Eles não vedam a janela completamente, mas podem, inclusive, tomar o lugar da cortina – inclusive, nós temos várias opções em nossa loja! Existe, ainda, a chance de combinar persianas ou telas solares a cortinas.

Gostaram de aprender um pouco mais sobre as cortinas?! Ainda tem alguma dúvida? Comenta aí, dê suas sugestões, faça suas críticas, expresse seu amor ou o seu ódio. O que importa é participar!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s